segunda-feira, 3 de setembro de 2012

A hora chegada

Nem gente
Nem coisa
Nem nada
De cara
Com a porta
Silente
Calada
Sem luz (do poste)
Nem tomada
A chave
Que falta
Só a porta
Parada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário