quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Pedaço, saudade



Há que se
Saber, da falta
Perene
Que fazem
Os olhos
Molhados
De desejo
No que
A mim concerne
Num sentido
Abstrato
Que é a face
Rubra
D`alegria
Pela saudade(filia)
Que posterga-a
O vau, leniênte
Que se fez
Ate esses
Retalhos


Nenhum comentário:

Postar um comentário