segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Sutil

Aguda por entre as arestas

Uma voz de toda

Viril

Sob um único olhar

E dentro ebulo

Apenas tu que dentre os mais afins

Profundo na pureza do meu ser

Sucinto amor vasto e longo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário